CleopatraMoon

Um Mundo à parte onde me refugio e fico ......distante mas muito próxima.

A minha fotografia
Nome:
Localização: LISBOA, Portugal

Sou alguém que escreve por gostar de escrever. Quem escreve não pode censurar o que cria e não pode pensar que alguém o fará. Mesmo que o pense não pode deixar que esse limite o condicione. Senão: Nada feito. Como dizia Alves Redol “ A diferença entre um escritor e um aprendiz, ou um medíocre, é que naquele nunca a paixão se faz retórica.” Sou alguém que gosta de descobrir e gosta de se descobrir. Apontamento: Gosto que pensem que sou parva. Na verdade não o sou. Faço de conta, até ao dia em que permito que percebam o quanto sou inteligente.

online

terça-feira, outubro 16, 2007

( Óleo de Maria de São Pedro - Blog Lua de Lobos -linKado ao lado)


Aguarela

Risco ....
Risco de dedo ao de leve nas tuas costas...
Como um sentir os teus poros na ponta dos meus dedos
Ou a marca do teu corpo nas minhas impressões digitais....

Cor .....
Vermelho da tua lingua na minha perna...
Branco de frio dos teus dedos na minha anca...
Azul de olhos que se fecham ao beijo da tua boca....

Forma ....
De corpos que de súbito se fundem...
Aguarela de luz que se torna confusão de reflexos de sol nos teus olhos..
Ou som de Voz nos meus cabelos...

Assinatura ...
O Amor assinou.
_____________________


ACCB

Etiquetas:

11 Comentários:

Blogger Rodolfo N disse...

Bellísimo el óleo de Maria, y a tono con la delicadeza sutul del poema.
Que li nda combinación...
Beijos a las dos

18 outubro, 2007  
Blogger Cabral-Mendes disse...

Belo óleo da Maria de São Pedro e ardente (UF!...) poema da ACCB!

18 outubro, 2007  
Blogger Pecadormeconfesso disse...

O Óleo é excelente.A Aguarela não lhe fica a dever nada.Artistas.Palavras para quê?Quem vos inspirou?

21 outubro, 2007  
Blogger Cleopatra disse...

Quem nos inspirou?
As inspirações têm tempos diferentes!
Sei lá... acontece!

21 outubro, 2007  
Blogger Fernando disse...

Fico contigo na noite
enquanto vais chorando
as tuas dores
deixas cair as tuas lágrimas
e ficamos a ver o lago
o lago com os cisnes
que perdeu a beleza
e tudo perdeu a côr
fico contigo
enquanto choras
deixo que pintes
o mundo a preto e branco
deixo, deixo...
Porque será só hoje
amanhã
tudo voltará a brilhar
o lago ficará colorido
as lágrimas secarão
e pintaremos o mundo
com as cores do amor
e da verdade
pego na tua mão
e acredito
que amanhã
será diferente...

22 outubro, 2007  
Blogger Fernando disse...

PS.
Este poema dediquei-o à Ana à algum tempo atrás, mas como o acho maravilhoso resolvi presentear-te com ele.

Espero que o tenhas apreciado.

22 outubro, 2007  
Blogger Cleopatra disse...

Fernando, 3 pontos de ordem:
1º Obrigada pelo poema.É bonito apesar de triste.
2º Tenho para mim que o que se escreve para uma pessoa é só a ela que lhe devemos oferecer, dedicar etc. Mas mesmo assim fico contente pela partilha.
3º Que dor é essa da Ana e tua?
Sei que não vais responder. Nem tens que responder. Mas é dor que eu sinto-a.
Bj

22 outubro, 2007  
Blogger Fernando disse...

Cleo,
Respondendo ás tauas questões:

1º É triste mas representa o que foi sentido em determinado momento das nossas vidas;

2º Não é meu costume oferecer (partilhar) com os outros aquilo que dedico a alguém, porém como adorei a tua "Aguarela" achei, por tudo o que tens escrito no meu blog (pela tua preocupação e pela tau presença constante) um gesto simpático, de certeza que a Ana não se importará, tenho a certeza.

3º A mais difícil, uma vez que isto é um espaço aberto e como tal lido por todas as pessoas, reservar-me-ei, deixando apenas uma luz, uma vez disse:
Quando eu deixar de lutar por ti
não significa que tenha deixado de te amar...
É somente a certeza de te ter perdido!

Conheces os papagaios "inseparáveis" ou "pássaros-do-amor" (Agapornis)? Estes pássaros (monógamos) são inseparáveis, porque o macho e a fêmea gostam de ficar sempre um perto do outro, geralmente trocando caricias. Após o acasalamento, o casal raramente se separa, permanecendo unidos até morrerem. Se for criado sozinho, torna-se triste e reservado numa primeira fase, e numa fase posterior pode vir a morrer de tristeza. Estão sempre se beijando e dando alimentos no bico para o parceiro escolhido.

22 outubro, 2007  
Blogger Cleopatra disse...

Fernando
Mais uma vez obrigada pela tua partilha
Também pelas tuas palavras.
Obrigada por me achares merecedora dessa partilha.
.....Acho que não tenho palavras para comentar mais...
fico por aqui.

22 outubro, 2007  
Blogger Fernando disse...

Cleo,
Obrigado pela tua paciência, desejo-te uma boa noite e uma boa semana.
Beijo.

22 outubro, 2007  
Blogger Cleopatra disse...

Há dias. pinturas. palavras ou simplesmente impulsos que nos levam a encontrar na vida, motivos para escrever.
Escreve-se porquê?
Porque nos apetece.
Tantas vezes um simples som de mar solta a caneta....
Tantas vezes um simples relance de olhar solta as tintas...
Tantas vezes um simples sorriso solta uma vontade infinita de ser bom....


Deve ter que ver com ....deve ter que ver com o lado bom da vida.
Ou com o meu lado esquerdo...Talvez

24 outubro, 2007  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial

__________