CleopatraMoon

Um Mundo à parte onde me refugio e fico ......distante mas muito próxima.

A minha fotografia
Nome:
Localização: LISBOA, Portugal

Sou alguém que escreve por gostar de escrever. Quem escreve não pode censurar o que cria e não pode pensar que alguém o fará. Mesmo que o pense não pode deixar que esse limite o condicione. Senão: Nada feito. Como dizia Alves Redol “ A diferença entre um escritor e um aprendiz, ou um medíocre, é que naquele nunca a paixão se faz retórica.” Sou alguém que gosta de descobrir e gosta de se descobrir. Apontamento: Gosto que pensem que sou parva. Na verdade não o sou. Faço de conta, até ao dia em que permito que percebam o quanto sou inteligente.

online

quinta-feira, setembro 13, 2007



O Jornal de Notícias de segunda feira, pespegava-nos logo na primeira página com um titulo em letras gordas e negras que dizia:

" A corrupção está em muitos lados e agora também até na Justiça"


A frase é da Mmª Juiza Amália Morgado que deu uma entrevista ao Jornal em questão .

Curiosamente o titulo é seguido de uma foto que apanha a parte inferior da 1º página com os pais de madeleine e a legenda: - Pais de madeleine anteciparam o regresso sem avisar a policia.

Aposto que o JN vendeu! Eu também comprei!!


1ª Pergunta _ Acha que a corrupção em geral é investigada?

Início da resposta:-Ela deve ser investigada mas é excepcionalíssimo encontrar casos desses aqui no Tribunal. (....) e a certa altura:

- "Todos nós, no País, ao estarmos passivos, ao ver e aceitar tudo o que estava a acontecer, permitimo-nos chegar ao extremo que chegámos. Contudo, penso que esse extremo não pode chegar às magistraturas. Se ele chegou, não sei que outro reduto haverá! "


UI! Que" dor de dentes!"

Se... Um Juiz não trabalha com "ses". Trabalha e fala de certezas. Se não tem, não fala!

______
2ª pergunta:

-Sente na sua prática diária que há corrupção na Justiça?
.
Resposta:-Sinto que há algo que não está bem. Há coisas que me parecem menos claras. Se é corrupção na Justiça, ainda não o posso afirmar, (...)sempre que se me suscitam dúvidas, elaboro o dossiê .

Pois... eu participo ao MP se as dúvidas forem razoáveis para os fins que tiver por convenientes.
Qualquer Juiz o faz.


3ª Pergunta:
-Que ideia tem da corrupção?
.
Resposta:

(...) se já até publicamente se ouve falar que existem inquéritos aqui para o Porto relacionados com o Apito Dourado e magistrados, é porque pode haver alguma coisa e é bom que se investigue exaustivamente.


Aiiiiiiiiiiiiiiiii!!

Mmª Juiza, caríssima colega, há alturas em que mais vale estarmos calados e não fazer ouvir a nossa voz. Falamos contra nós próprios. E há já tanta gente a falar contra nós, que não precisamos de o fazer também.

E aproveitam-se do que dizemos, da nossa imagem e das nossas ideias...E passam uma ideia que não era a nossa.

" Coisas menos claras" não é nada. Um Juiz denuncia "coisas" concretas. Exerce o seu direito de cidadania seguro do que diz.

Não pode dizer: Eu não sei mas, há um diz que diz.
Já no basta o triste fado do Juiz desgraçadinho que passou de moda.
A nossa Voz não deve falar contra nós. A fazê-lo deve fazê-lo devidamente segura do que afirma e, aí sim, estamos a fazer aquilo que a Constituição nos exige :- Exercer o Direito e fazer cumprir a Lei em nome do povo e para o Povo.
-
Já houve quem dissesse que a entrevista ía dar que falar... Pois.

ACCB

Etiquetas:

4 Comentários:

Blogger José disse...

gostei! vai visitar o meu blog beijodejudas.blogspot.com deixa u comentário

13 setembro, 2007  
Blogger Cabral-Mendes disse...

Acho curioso que sejam os próprios Magistrados a "porem-se a jeito" para que o poder político tenha desculpas para poder "domesticar" a Justiça. Nem no Estado Novo se viu um descalabro destes: as pessoas eram sérias na sua profissão, Magistrados, MP, Advogados...Agora, até se lançam dúvidas para o ar? Ao que isto chegou!

13 setembro, 2007  
Blogger JM Coutinho Ribeiro disse...

Por acaso, a entrevista está longe de dar que falar tanto quanto eu pensava :-)

14 setembro, 2007  
Blogger M@nza disse...

Acho que vou mudar de profissão.
Vou passar à condição de "arguido" porque assim passo a ter mais "direitos" que "deveres". Ainda tenho direito a tempo de antena (Rádio e TV), 1ªs páginas nos principais OCS, enfim... no final ainda sou libertado e com um pouco de sorte sou bafejado com uma indemnização por ter estado detido.
No final o Estado ainda me paga. LOL
uma boa semana para os "crimonosos" sejam eles de colarinho branco ou preto.

17 setembro, 2007  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial

__________