CleopatraMoon

Um Mundo à parte onde me refugio e fico ......distante mas muito próxima.

A minha fotografia
Nome:
Localização: LISBOA, Portugal

Sou alguém que escreve por gostar de escrever. Quem escreve não pode censurar o que cria e não pode pensar que alguém o fará. Mesmo que o pense não pode deixar que esse limite o condicione. Senão: Nada feito. Como dizia Alves Redol “ A diferença entre um escritor e um aprendiz, ou um medíocre, é que naquele nunca a paixão se faz retórica.” Sou alguém que gosta de descobrir e gosta de se descobrir. Apontamento: Gosto que pensem que sou parva. Na verdade não o sou. Faço de conta, até ao dia em que permito que percebam o quanto sou inteligente.

online

quarta-feira, setembro 12, 2007



PARA FAZER O RETRATO DE UM PÁSSARO

(JACQUES PRÉVERT*, trad. Eugénio de Andrade)


Pinta primeiro uma gaiola
com a porta aberta
pinta a seguir
qualquer coisa bonita
qualquer coisa simples
qualquer coisa bela
qualquer coisa útil
para o pássaro
agora encosta a tela a uma árvore
num jardim
num bosque
ou até numa floresta
esconde-te atrás da árvore
sem dizeres nada
sem te mexeres...
Às vezes o pássaro não demora
mas pode também levar anos
antes que se decida
Não deves desanimar
espera
espera anos se for preciso
a rapidez ou a lentidão da chegada
do pássaro não tem qualquer relação
com o acabamento do quadro
Quando o pássaro chegar
se chegar
mergulha no mais fundo silêncio
espera que o pássaro entre na gaiola
e quando tiver entrado
fecha a porta devagarinho com o pincel
depois
apaga uma a uma todas as grades
com cuidado não vás tocar nalguma das penas
Faz a seguir o retrato da árvore
escolhendo o mais belo dos ramos
para o pássaro
pinta também o verde da folhagem a frescura do vento
a poeira do sol
e o ruído dos bichos entre as ervas no calor do verão
e agora espera que o pássaro se decida a cantar
se o pássaro não cantar
é mau sinal
é sinal que o quadro não presta
mas se cantar é bom sinal
sinal de que podes assinar
então arranca com muito cuidado
uma das penas do pássaro
e escreve o teu nome num canto do quadro.


* Jacques Prévert (França, 1900-1977)

Etiquetas:

8 Comentários:

Blogger DarkMorgana disse...

O "meu" pássaro não chegaria nunca, se começasse por pintar uma gaiola...

12 setembro, 2007  
Blogger Cleopatra disse...

Morgana, Passo a explicar a técnica:

Pinta primeiro uma gaiola
com a porta aberta
COM A PORTA ABERTA!!!!!

pinta a seguir
qualquer coisa BONITA
qualquer coisa SIMPLES
qualquer coisa BELA
qualquer coisa ÚTIL

para alguns pássaros tem de haver também coisas úteis...
aos pássaros.
São mais passarões , mas pronto...




agora encosta a tela
a uma árvore
num jardim
num bosque
ou até numa floresta
PODE SER SINTRA!!!!


ESCONDE_TE





Às vezes o pássaro não demora...
mas pode também levar ANOS!!!!





a rapidez ou a lentidão da chegada
do pássaro não tem qualquer relação
com o acabamento do quadro
ENTENDES? Não te culpes! A Culpa não é do quadro!!
DO teu Quadro:::
do quadro da gaiola com a porta ABERTA!!!!!!!

Quando o pássaro chegar
SE CHEGAR::
pOde até nem chegar!
Mas,... SE CHEGAR!...........


mergulha no mais fundo silêncio
espera que o pássaro entre na gaiola
e quando tiver entrado
FECHA A PORTA DEVAGARINHO



depois
APAGA TODAS AS GRADES!!!!!


(com cuidado
em silêncio...
não vás tocar nalguma das penas


Faz a seguir o retrato da árvore
ESCOLHE o mais belo dos ramos
para o pássaro


pinta também o verde da folhagem a frescura do vento
a poeira do sol
e o ruído dos bichos entre as ervas no calor do verão



e agora
espera
que o pássaro se decida

a cantar


se o pássaro não cantar
é mau sinal


mas se cantar é bom sinal
sinal de que podes assinar


então arranca com muito cuidado
uma das penas do pássaro
e escreve o teu nome num canto do quadro.

BEIJOS E BOA SORTE!!

A Gaiola é o teu coração...

12 setembro, 2007  
Blogger Cabral-Mendes disse...

Imaginação ao Poder! "Sim senhora..."(onde é que eu já ouvi isto?...).

Ai que os nossos políticos nada percebem de amor nem têm, sequer, imaginação... para nada...

12 setembro, 2007  
Blogger £oµ¢o Ðe £Î§ßoa disse...

Deixo um sorriso...

13 setembro, 2007  
Blogger £oµ¢o Ðe £Î§ßoa disse...

(um sorriso desenhado por ti)

13 setembro, 2007  
Blogger M@nza disse...

Olá Cleo
Cheguei também de férias e passei por aqui para deixar um olá, mas vejo que as actualizações são às "paletes".
Quanto a esta que me chamou mais à atenção é o facto do passaro viver numa ilusão, porque se vermos bem as coisas continua na gaiola (só que "hiptotizado" e levado a pensar que está livre.
"se o pássaro não cantar
é mau sinal
é sinal que o quadro não presta
mas se cantar é bom sinal
sinal de que podes assinar
então arranca com muito cuidado
uma das penas do pássaro
e escreve o teu nome num canto do quadro" ou seja assina a sentença da sua "liberdade".
Agora a tua maneira de descrever o texto de Jacques Prévert é fenomenal.
Só por isso o pássaro merece ser livre

15 setembro, 2007  
Blogger Cleopatra disse...

Não Manza, só por isso eu mereço que o pássaro seja meu!!!!

16 setembro, 2007  
Blogger M@nza disse...

Certo Cléo
Continuo a afirmar que assim o pássaro continua "preso" com a ilusão de estar livre.
As grades continuam lá (tinta invisível) e se tentar voar bate nelas e cai (acorda???) e verifica que tudo não passa de um sonho.
(grito de ordem)

LIBERDADE AO PÁSSARO... JÁ!
LIBERDADE AO PÁSSARO... JÁ!
LIBERDADE AO PÁSSARO... JÁ!

LIBERDADE AO PÁSSARO... JÁ!
LIBERDADE AO PÁSSARO... JÁ!
LIBERDADE AO PÁSSARO... JÁ!

aproveito para abrir uma petição através de "assinaturas" pela libertação do pássaro
LOL

19 setembro, 2007  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial

__________