CleopatraMoon

Um Mundo à parte onde me refugio e fico ......distante mas muito próxima.

A minha fotografia
Nome:
Localização: LISBOA, Portugal

Sou alguém que escreve por gostar de escrever. Quem escreve não pode censurar o que cria e não pode pensar que alguém o fará. Mesmo que o pense não pode deixar que esse limite o condicione. Senão: Nada feito. Como dizia Alves Redol “ A diferença entre um escritor e um aprendiz, ou um medíocre, é que naquele nunca a paixão se faz retórica.” Sou alguém que gosta de descobrir e gosta de se descobrir. Apontamento: Gosto que pensem que sou parva. Na verdade não o sou. Faço de conta, até ao dia em que permito que percebam o quanto sou inteligente.

online

sábado, junho 09, 2007

O Bali e o G8

Os Estados do G8 «comprometeram-se claramente» a continuar o processo iniciado sob os auspícios da ONU contra o aquecimento planetário, para o período subsequente ao do Protocolo de Quioto, que expira em 2012.
O protocolo de Quioto obriga os Estados signatários a reduzir as emissões de dióxido de carbono.

Agora são oito.
Eram 5. E vão 3.

_____________


Há dias convidaram-me para ir ao Bali. Maravilha!
Lembrei-me logo da flores exóticas, das paisagens exóticas, daquelas coisas que deslumbram qualquer amante daquelas zonas inexploradas, praias paradisíacas...etc etc etc.

Pensei logo no Pôr do Sol na praia de Jukmbaram na Indonésia.

Nem sequer me lembrei das negociações de Bali e muito menos dos atentados terroristas de 2002 ou das explosões de 2005.

E nem me lembrei do clima e do que se vai terminar em Bali, APENAS, em 2009.

É em Dezembro que vão começar a ser discutidas as metas para a redução de emissões, sem indicar especificamente quais os objetivos.



A idéia é que, em 2009, exista um acordo global que possa substituir o Protocolo de Kyoto, que vence em 2012.

O novo acordo, para ser eficaz, deve incluir Washington.
Mas, mais uma vez Bush não quer alinhar
O grupo dos 8 tem um não alinhado ou um desalinhado??

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, expressou sua disposição a cooperar no desenho de um acordo pós-Kyoto, mas não disse se estava disposto a colocá-lo sob o guarda-chuva da ONU, uma condição fundamental para todos os membros europeus do G8.
Não admira que o homem tenha sofrido, como disse o Louco de Lisboa uma Indisposicão que mais pode ser uma indisposi bull ou weiller!

"Venho com o grande desejo de trabalhar com você para obter um acordo pós-Kyoto", disse Bush a Merkel após o encontro entre ambos.
POIS às portas do Inferno!
E se ele não alinhar, a China por exemplo, acha que não deve alinhar também.
Não entendo porque é que este senhor tem sempre um peso tão grande nos destinos do planeta.
Não percebo....
-
Curioso estava a gora aqui a pensar que a Indonésia também é um dos países mais poluentes do planeta! Curioso.
-

Dizem que foi SarKozy que "arrancou" o compromisso a Bush.
Na volta ele vai dizer que foi coagido e que aquilo não vale nada! Que estava com uma indisposição e cheio de nauseas e o outro aproveitou para lhe arrancar o sim. E vai daí,...anulam o sim.
Afinal , Putin nada tem que ver com a dor de estomago de Bush. Sarkozy é o culpado.

Sabem o que eu acho?!

Primeiro o Protocolo de Kioto, depois o "acordo" de Bali...

Olhem, provavelmente vou aproveitar o convite e vou passear até lá, enqto eles decidem se morremos ou não intoxicados, se perdem ou não lucros e se Bush cede ou não ao acordo.


ACCB

Etiquetas:

8 Comentários:

Blogger Apache disse...

Em 2009 há eleições para a Casa Branca, um democrata ganha e os EUA assinam o novo Quioto. Nessa data, os Russos recusar-se-ão a cumpri-lo, como Putin já deu várias vezes a entender. Faz parte do show off, para que algo pareça credível tem de haver alguma oposição, esse papel é agora assumido por Bush que já é, para os europeus o mau da fita, depois inverter-se-ão os papéis.
Quanto ao actual acordo quase todos os países que o assinaram vão exceder a quota.

“Curioso estava a gora aqui a pensar que a Indonésia também é um dos países mais poluentes do planeta! Curioso.”
Tem a certeza? A Indonésia está a destruir imensa floresta mas tem pouca indústria, tem de estar atrás do Brasil, que fraz o mesmo mas é mais industrializado, talvez tenham contado com os vulcões activos, mas isso é batota. Os vulcões actualmente activos lançam para a atmosfera mais gases num mês que toda a humanidade num ano.

“(…) se perdem ou não lucros e se Bush cede ou não ao acordo.”
Neste momento, já conseguiram que o aquecimento global seja um grande negócio. Aumentam-se os impostos sobre os produtos petrolíferos, os automóveis e a electricidade, atribui-se aos barões da energia a exploração de energias alternativas cuja quantidade de energia produzida é ridícula e a “maquinaria” necessária consome imensa electicidade e petróleo e pede-se às pessoas para comprarem carros mais ecológicos, a bio-combustíveis, como se isso reduzisse o dióxido de carbono. Assim calam-se as petrolíferas ea indústria automóvel que vêem os lucros disparar e para não exceder as quotas de dióxido de carbono, deslocalizam-se as fábricas para os países em vias de desenvolvimento que não têm quotas e onde a mão de obra é mal paga, o povo aplaude porque é por uma boa causa; mais lucos. O problema é que se os chineses e os russos (que até agora só fingiram que aderiram à ideia) se juntam ao negócio, os lucros baixam, devido à maior concorrência. Além disso, têm-se conseguido controlar a comunicação social e untar as mãos do grande capital mas é cada vez mais difícil calar a comunidade científica, sobretudo no Canadá, EUA e Rússia, apesar dos cortes nos financiamentos das Universidades que denunciam a farsa do aquecimento Global e os perigos ambientais que daí viriam se certas medidas fossem impletadas à escala mundial.

10 junho, 2007  
Blogger Apache disse...

Não é "impletadas" é implementadas, obviamente.

10 junho, 2007  
Blogger Cleopatra disse...

Olá Apache , deixe lá os erros! Todos os damos.

E sabe?
Eu estava mesmo à espera da sua opinião porque, quer acredite quer não este assunto é estranho. Este assunto assusta-me.
DEsconfio da bondade das ideias nesta questão.
Há quelquer coisa que me escapa e eu ainda não sei com toda a certeza o que é.
Este assunto vai dar pano para mangas...
E será que vamos ter tempo ou alguém vai conseguir demonstrar alguma coisa?
Quer ajudar-me nos próximos posts a levar as pessoas a pensar no assunto??

Imagine que nos colocamos assim:
Eu contra o suposto aquecimento global e o Apache a demonstrar que isso é uma farsa...
Que vai isto dar??

10 junho, 2007  
Blogger o alquimista disse...

Saberás, que as palavras, soltas ditas ao triste e leviano acaso, são um rio de sal, desenganos, viagem que desagua em embaraço. Porque existem sempre palavras ditas, por toda a santa gente, doces, amargas, arrasadoras, em boca de quem muita vez mente.
Uma palavra solta da boca impura, é monstro que afugenta a luz, sortilégio de negro anjo, o lado mais escuro da lua que a alma seduz...


Bom domingo


Doce beijo

10 junho, 2007  
Blogger Apache disse...

Há várias coisas que nos escapam!
O Aquecimento Global tem "vendido" bem porque há alterações climáticas em vários locais, chuvas intensas, nevões fora de época ou de intensidade invulgar e recordes de temperatura negativa têm sido tão habituais como as temperaturas invulgarmente altas e as secas e as pessoas assustam-se, fica assim criada a receita para o sucesso da "teoria".

"Imagine que nos colocamos assim:
Eu contra o suposto aquecimento global e o Apache a demonstrar que isso é uma farsa..."
Quer a Cléo dizer que ficaria do lado do Aquecimento global e eu do lado oposto? O que iria dar? Não sei, podemos experimentar.

10 junho, 2007  
Blogger Cleopatra disse...

O tema é actual
O tema, a ser sério, é urgente

Então debatemos o tema??

10 junho, 2007  
Blogger Apache disse...

O tema é sério, Cléo, independentemente de ter sido ou não levantado com seriedade, tal é a alteração que pode causar nas nossas vidas. Se "eles tiverem razão, urge fazer algo, se a ciência tiver razão urge pará-los antes que eles nos escravizem.

Por mim, temos debate!

11 junho, 2007  
Blogger £oµ¢o Ðe £Î§ßoa disse...

Hummmm... interessante!

Eu tenho feito atenção ás palavras do Apache sobre este assunto e não é que começo a acreditar que essa versão dos acontecimentos é bem credivel?

Somos tão espertinhos e ainda não arranjámos formas de viver menos dependentes destas formas de energia, que estranho. Bom, mas isto não deve ter nada a ver com o assunto, adiante.

Cá estou para assistir...

Abraços e larguras!

11 junho, 2007  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial

__________