CleopatraMoon

Um Mundo à parte onde me refugio e fico ......distante mas muito próxima.

A minha fotografia
Nome:
Localização: LISBOA, Portugal

Sou alguém que escreve por gostar de escrever. Quem escreve não pode censurar o que cria e não pode pensar que alguém o fará. Mesmo que o pense não pode deixar que esse limite o condicione. Senão: Nada feito. Como dizia Alves Redol “ A diferença entre um escritor e um aprendiz, ou um medíocre, é que naquele nunca a paixão se faz retórica.” Sou alguém que gosta de descobrir e gosta de se descobrir. Apontamento: Gosto que pensem que sou parva. Na verdade não o sou. Faço de conta, até ao dia em que permito que percebam o quanto sou inteligente.

online

quarta-feira, abril 16, 2008

Continuação:.....é apenas uma pequena amostra. Não é??!!

"O senhor procurador é tendencioso", afirmou o ex-presidente da Câmara do Marco de Canaveses, tendo sido mandado calar pela juíza-presidente, Teresa Silva.

"Então tape-me a boca", retorquiu.

"Tapar a boca não é uma expressão que se use neste tribunal", advertiu a juíza.

Ferreira Torres não se conteve: "Não admito lições de moral quando sou mais velho que a senhora".

_______________________

"A idade aqui não conta, senhor Avelino Ferreira Torres", admoestou, de novo, a presidente do colectivo.

O arguido acabou por acatar a ordem da juíza para se calar, lembrando-lhe que no tribunal "tem de falar com correcção" e que "tem o dever de respeitar todos os intervenientes, incluindo o senhor procurador".

"Lá fora é que pode falar como entender", frisou a magistrada.

_______________________

24 Comentários:

Blogger OUTONO disse...

Por muito que me custe...

Liberdade?????

Nããããão!!

Libertinagem !

16 abril, 2008  
Blogger Statler disse...

Ahhh... grande ADELINO!!!!!

16 abril, 2008  
Blogger JM Coutinho Ribeiro disse...

Acabam de me contar que foi um bocadinho pior do que o relatado :-)

16 abril, 2008  
Blogger Cleopatra disse...

Outono, digamos que é muita falta de chá.

16 abril, 2008  
Blogger Cleopatra disse...

Outono, digamos que é muita falta de chá.


Statler, estás cada vez mais velho é AVELINO!

16 abril, 2008  
Blogger Cleopatra disse...

JC, não viu as notícias?
Pois, está a referir-se à sala de audiências! Percebi.

16 abril, 2008  
Blogger Apache disse...

Temos o Major Valentão e o Sargento Avalentinho.

17 abril, 2008  
Blogger JM Coutinho Ribeiro disse...

A Mma presidente não é muito de contemporizar, pelo que conheço dela. Por isso, isto arrisca-se a correr mal...

17 abril, 2008  
Blogger Cleopatra disse...

Se não é de contemporizar, não vai correr mal. Ela toma conta do assunto. Preside e pronto.

17 abril, 2008  
Blogger JM Coutinho Ribeiro disse...

parece-me que vai ter outras incidências. Conheço-o bem. E pelo que vi e li hoje, está sem freio.

17 abril, 2008  
Blogger JM Coutinho Ribeiro disse...

Mas eu não quero falar sobre isto. Prometi-me silêncio. Sob pena de ter que me aborrecer.

17 abril, 2008  
Blogger Cleopatra disse...

Eu também não quero falar sobre isto até porque a MMª Juiza saberá por certo presidir à audiência e, eu tenho para mim que, quando assim é, até o mais desvairado dos arguidos acaba por perceber que o Juiz apenas ali está para apurar a prova produzida e aplicar o Direito aos factos.

17 abril, 2008  
Blogger Cleopatra disse...

Acrescento que também acho que se é representado por advogado ele dir-lhe-á como se deve comportar e que só fala se quiser e.....APENAS para sua defesa!

17 abril, 2008  
Blogger Pecadormeconfesso disse...

O homem está possuído.E que tal um exame às faculdades mentais? Eh eh eh. Este vai ser a notícia até ao final do mês. Não sei porque é que me faz lembrar o Jardim; o Valentim Loureiro e outros rufias que para aí andam. Se bem que o Jardim não é rufia mas também bebeu pouco chá em pequeno.

17 abril, 2008  
Blogger Ana Luar disse...

Mais um caso da anormalidade que por ai anda.Mas continuo a dizer este será mais um caso para a nossa justiça deixar em saco roto como tantos outros sacos. Neste país só são condenados os que que fazem bem... (caso sargento)
Depois ainda dizem que a justiça é cega........... cá para mim mandaram-na a Cuba e ela veio de lá a ver só o que lhe interessa.


Desculpa Cleo, mas apetece-me dizer: Puta de vida esta!

17 abril, 2008  
Blogger HarryHaller disse...

Os portugueses nunca tiveram por hábito o culto do chá, sempre preferiram a "cervejola" e a "vinhaça" Cleo.

Um bom dia para si.

Lobo das Estepes

17 abril, 2008  
Blogger M@nza disse...

O que aconteceria se fosse um desconhecido? a proferir as palavras que o "Cabo" Torres efectuou na mesma sala??
Ao proferir tais palavras contra o Procurador e quase que a mandar calar a MM Juíza por esta ser mais nova dá a conhecer o estado em que está a nossa Justiça. Cega mas com visão só para o que lhe interessa.
Será o o dito cabo está a querer ser considerado inimputável??? por incapacidade mental??
Até quando a Justiça vai permitir estas situações?? Até quando??...

17 abril, 2008  
Blogger Rodolfo N disse...

Que interesante !!!
Me encanta saber del comportamiento en otras jurisdicciones.
Beijos, amiga

17 abril, 2008  
Blogger Cleopatra disse...

Pecador
O Homem gosta de ser assim. Não é defeito. É feitio. É assim que olham para ele!
de outra forma...
Se está possuído, não acho bem o exame às faculdades mentais .Que tal um exorcismo?? ;)

18 abril, 2008  
Blogger Cleopatra disse...

OLá Ana.
Calma!
Não misturemos alhos com bugalhos.

18 abril, 2008  
Blogger Cleopatra disse...

Pois não Harry.
E é uma pena.
O culto do chá é um enorme prazer.

18 abril, 2008  
Blogger Cleopatra disse...

Manza

A juiz ou a Mmª teria feito exactamente o que fez se fosse outro o cidadão.
Aliás não poderia ter feito de outra forma.

Ininputável não!!! Deixa lá o homem fazer o papel dele. Os Juízes estão habituados a estas e outras cenas, palcos e personagens..

Isto não é nada!!

18 abril, 2008  
Blogger Cleopatra disse...

Rudolfo, como é por aí quando estas coisas acontecem? Ou vocês só Têm Juízes velhos? ;)))
Bjitos

18 abril, 2008  
Blogger M@nza disse...

Ok
Só que "nós" estamos a pagar para isto e se eu quiser ver um espectáculo gosto de pagar por ele, pq quero e não pq alguém quer que eu veja e ainda me obrigue a pagar.
Um bom par de estalos talvez lhe fizesse bem.

19 abril, 2008  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial

__________