CleopatraMoon

Um Mundo à parte onde me refugio e fico ......distante mas muito próxima.

A minha fotografia
Nome:
Localização: LISBOA, Portugal

Sou alguém que escreve por gostar de escrever. Quem escreve não pode censurar o que cria e não pode pensar que alguém o fará. Mesmo que o pense não pode deixar que esse limite o condicione. Senão: Nada feito. Como dizia Alves Redol “ A diferença entre um escritor e um aprendiz, ou um medíocre, é que naquele nunca a paixão se faz retórica.” Sou alguém que gosta de descobrir e gosta de se descobrir. Apontamento: Gosto que pensem que sou parva. Na verdade não o sou. Faço de conta, até ao dia em que permito que percebam o quanto sou inteligente.

online

segunda-feira, julho 09, 2007

( Foto ACCB )
-
Quando o Verão chega...

as longas tardes espalham-se pelo coração e,

as palavras não precisam ser ditas....

As tardes trazem todas as palavras...

e as palavras ficam até tarde....

..................
ACCB

Etiquetas:

10 Comentários:

Blogger JM Coutinho Ribeiro disse...

Amo as palavras que anoitecem, aquelas que me levam, em passos incertos, por aí, numa aragem de beijo.

10 julho, 2007  
Blogger Som do Silêncio disse...

Era um sítio assim que eu precisava neste momento de estar...
Fez-me sonhar essa imagem.

Beijo Silencioso

10 julho, 2007  
Blogger João disse...

o tempo das palavrtas está no encanto de nunca serem ditas

10 julho, 2007  
Blogger MouraEncantada disse...

Praia própria para encantamentos de Moura.

11 julho, 2007  
Blogger Cabral-Mendes disse...

As tardes de verão recordam-me a juventude que lá vai, o tempo perdido nessa época, e o desejo insano de o recuperar nos dias de hoje...Como se para o Tempo?

11 julho, 2007  
Blogger Cleopatra disse...

Não sei Cabral mendes. Não sei como se para o tempo. Ou até sei.
Só que preciso de quem me ajude.

11 julho, 2007  
Blogger Cleopatra disse...

Olá JC esqueci-me de lhe dizer que desta vez tem consigo a sua alma de poeta.



Olá som do silêncio. Provavelmente é assim que se para o tempo. Ouvindo o silêncio interior.



Olá João
Nunca dizendo...não sei se paramos o tempo ou se ficamos parados nele.


Talvez a Moura Encantada nos saiba dizer como se para o tempo!

11 julho, 2007  
Blogger M@nza disse...

Quando verão chega...
as esplanadas enchem-se de gente para troca de palavras...
Essas palavras são acompanhadas de uma "imperial", tremoços ou amendoins... então os sorrisos aparecem e depois ficam até tarde... até o Sol se pôr...

muito bonito

11 julho, 2007  
Blogger Cleopatra disse...

Olá Manza!
Eu gosto de uma imperial estupidamente gelada.
Mas, prefiro aquele som e aquela luminosidade que ficam depois de todos os passos terem partido.

11 julho, 2007  
Blogger MouraEncantada disse...

Ai...qdo o Verão chega...O Pior é que este Verão ora chega ora vai embora. Que coisa de tempo mais maluco!

15 julho, 2007  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial

__________